segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Amor ao fogo

Não busques amor
Para depois buscares felicidade.
Não separes o que deve ser
Uma só coisa.

Amando, não sejas melancólica,
Porque não estarás desse modo amando.

Não sejas falsa com o verdadeiro Amor,
Não o chames assim
Se não há felicidade em ti.
Amor e felicidade coincidem
Quando amar é verdadeiro.
Não busques uma coisa de cada vez,
Porque acharás as duas atadas.

Teus olhos devem abrir
Para um sonho acordado.
Não te iludas:
Se já estás amando,
Não feches os olhos para sonhar,
Porque não estarás desse modo amando.

Amor é palpável, real.
"Amor é bom, não maltrata".
Amor não impõe condições.
Teu coração amará a outro ser
Da maneira que ele for.
Não o queiras de outro modo
Para que depois o ames.

Amor é honesto, sincero.
Amor ao fogo,
Derretido e limpo,
Não revela tristezas.

3 comentários:

Anônimo disse...

Que belo poema!

Nathi disse...

Ah! O amor.

Ele me abraça e diz que tudo ficará bem ao segurar minha mão!

O amor é assime mais um pouco!

Até!

Ps: Blog novo, adoro!

αmαndα ツ disse...

Não sei se você já viu, mas estou passando aqui para avisar que o sorteio de 2 livros e 1 marcador está chegando ao fim!
A promoção termina quando atingirmos 300 seguidores, e já temos 296!
Corra! Ainda dá tempo de participar!
O link é este: http://migre.me/3TLXi
E fique de olho na Promoção de Carnaval que tem fim dia 27!
Boa sorte! ;)